Reabilitação Física e Pós Operatória

Reabilitação Física e Pós Operatória

Atividades que reabilitam o cliente e o trazem a sua forma física normal. O objetivo da reabilitação física é reintegrar as funções motoras que de alguma forma sofreram lesões. 
Existem diversos tipos de reabilitação física e podemos dividi-las de acordo com cada característica, que podem ser técnicas preventivas (pessoas sadias), pós-lesão e tratamentos (de alto risco ou cronicamente enfermas).

Reabilitação física e motora
A reabilitação física e motora é feita através da fisioterapia que é a ciência responsável por restaurar os movimentos do corpo. Os métodos utilizados na fisioterapia possuem o mesmo intuito que um esporte, exercitando os músculos para retomar as condições normais. 


Reabilitação física e motora devido à idade

A restituição exige uma atenção suprema para designar a metodologia e a dosagem de exercícios nos clientes idosos, isso porque as atividades físicas surtem efeitos diferentes. 
Quando tratamos de adultos com idade mais avançada, as taxas de coronariopatia são mais altas e por essa razão os pacientes passam por alguns testes de resistência para conhecimento dos efeitos com relação à freqüência cardíaca, pressões arteriais, força muscular, flexibilidade, etc. Os resultados são variados e por esse motivo não podemos definir os “idosos” de acordo com a faixa etária. Infelizmente a realidade é que esse grupo é o maior quando falamos de inatividade física na população em geral. 
A prática dos exercícios em um ambiente de grupo pode ajudar a integrar a atividade de maneira sutil no dia-a-dia. 
A caminhada (acompanhada antes de um bom alongamento) é um excelente exercício, que através de prescrição adequada pode aumentar gradualmente a intensidade e a duração para não prejudicar o corpo.


Reabilitação física e motora devida a uma cirurgia

O pós-operatório é sempre um processo que se desenvolve progressivamente para a melhoria do paciente na cicatrização e principalmente o apoio para reabilitar as funções motoras. Os movimentos são leves e cuidadosos a fim de que os músculos se fortaleçam e crie novamente a resistência natural. 
A atividade física deve ser bem direcionada a não exigir muito esforço na região lesada, mas sim o retorno saudável de cada movimento. Um acidente causa prejuízos físicos, mas também neurológicos ou emocionais. O desenvolvimento a partir de um esporte e uma excelente opção para reestruturar todas as áreas, pois além de melhorias no corpo também estimula uma mente saudável.